Maldita vida. Tão difícil de ler, tão difícil de interpretar. Não importa a quantidade de livros que você leia, não importa o tanto que você sabe, sempre vai faltar algo que você precisava saber ou precisava ter entendido de uma forma diferente. É tanto pra aprender e tanto pra viver, tanto que não cabe numa pessoa só. Aqueles que sabem mais, normalmente não vivem e aqueles que mais vivem, o fazem sem pensar no porquê. Eu acho que sei mais do que sei viver, não consigo ser quem eu sei que deveria ser, faltou viver um pouco mais, faltou continuar vivendo. Aprender com os próprios erros não é fácil, até porque não é fácil entender quais são seus erros. Não é fácil compreender os erros dos outros. Não é fácil mudar e muito menos mudar ninguém. E o mundo segue assim: entupido de pessoas que não entendem nada misturadas com pessoas que entendem alguma coisa e não têm força pra fazer nada. Milhões de indivíduos mais sozinhos que os outros, que não fazem nem ideia do que é visto pelos olhos até daqueles que vivem ao seu lado. Após tudo aquilo que precisamos aprender pra lidar com nós mesmos, vêm os outros. Não dá tempo.

Anúncios