É preciso muita coragem pra deixar que se afastem de nós. Ultimamente tenho filosofado muito sobre minha bravura, sobre o quanto de mim é mais coragem que medo. São nessas horas que crescemos, quando reconhecemos traços admiráveis de nós mesmos que claro, sempre estiveram ali, mas não dávamos o valor merecido. Eu falo o que faço, eu faço o que penso, eu não nego o que eu fiz, nem o que acho que faria. Eu dou minha cara pra baterem numa luta de boxe, do meu pé pra pisarem numa pista de dança, dou meus defeitos pra que riam de mim e dou minhas virtudes pra que as invejem. E mesmo que abalada, mesmo que tonta, mesmo que desnorteada, sigo meu rumo, continuo os meus passos. Quem pode saber, melhor que eu, o que pra mim é bom? Quem pode criticar uma decisão que foi tomada mediante todos os pontinhos de vida que entraram em mim nesses 26 anos e transformaram o meu corpo na pessoa que eu sou? É preciso muita coragem pra perceber que os outros nos fazem bem, ajudar nos faz bem, ser ajudado (quando?) nos faz bem e ainda assim, muitas vezes, vale a pena desatar o nó que nos mantém próximos de um outro. Ou porque a gente mudou, ou porque ele mudou. Ou porque todo mundo muda e não é difícil que duas pessoas aparentemente parecidas escolham caminhos divergentes nessa longa trilha cheia de subidas, descidas, quedas d’água e selvageria. Temos medo de ficarmos desprotegidos, de sermos jubilados, de termos nossos segredos jogados a público. Isso tudo nos torna verdadeiros acumuladores de pessoas que não querem nosso bem e que não nos gostam. Por medo, mantemos por perto aqueles que um dia foram importantes, sem nos tocarmos de que deveríamos ter medo é da companhia deles. Mentira. Não deveríamos ter medo de nada. A importância de nossa vida está em tudo aquilo em que depositamos nossa coragem. Nossos medos marcam tudo que deu errado, tudo que não pudemos realizar e todos os buracos no caminho. Escolha o que te definirá, escolha a coragem, deixe teu instinto te levar.  A tua alma sabe mais de você do que a tua cabeça e teu coração juntos.

Anúncios