Etiquetas

, ,

Eu tô um ioiô do plano espiritual. Nesse ano já vivi mil vidas, fui e voltei de vários lugares, imaginei diálogos tão diferentes dos que fazem parte do meu dia a dia e continuei no mesmo lugar. E vou estar aqui, eu sempre vou estar aqui porque eu queria ser uma metamorfose ambulante sim, mas parece que mudar não faz parte de mim. Eu não estou lá.
Enquanto a minha melhor amiga, ao longo dos últimos anos, já teve absolutamente todos os cabelos que você pode imaginar, eu sempre fui a baixinha do cabelão loiro de surfista. Eu sempre fui a melhor aluna da sala, que tinha seus próprios truques e conversava a aula inteira. Eu sempre fui a cabeça aberta querendo chocar a sociedade. Eu sempre me achei melhor do que eu realmente sou e assim diferi da maioria das minhas amigas. Eu sempre afrontei tudo que era popular demais, tipo as manifestações. Minha maior constante é ser do contra. Minha meta é sempre ser quem não querem ou não esperam que eu seja. Porque eu já sou igual demais pra quem já me conhece, eu sou toda descoberta. Eu não mudei e não vou mudar, eu sou a baixinha invocada com cabelão que não sabe esconder o que sente.

Anúncios