Etiquetas

, , , ,

Eu sempre fui o tipo de menina que se adapta aos namorados. Meus EXs estão aí pra provar isso: já fui sarada e passava 5 horas por dia na academia, já fui hippie do tipo que fazia trilhas pela natureza 2 vezes por semana e viajava para lugares como Martins de Sá (detalhe, peguei uma trilha de 3 horas NO ESCURO pra chegar lá e montei minha barraca de madrugada, sem luz) e já bebi mais de 50 chopps por dia. Hoje, como vocês já sabem, eu sou perfeita!! Brinks.. Mas hoje eu sou mais ou menos quem eu sempre fui (porque eu e meu marido somos muitoo parecidos). Por exemplo: sou tricolor de coração desde pequenininha agora.

Juro que NUNCA entendi porque as pessoas me zuavam e me zoam de vira-casaca. Primeiro que eu não tenho vergonha ALGUMA de ter mudado de time. Até porque quando eu tinha 10 anos, eu subia na cadeira em festinhas da Vogue pra cantar “Botafogoo botafogo campeão desde 1910…”, ou seja, eu estaria sofrendo PACAS agora, sendo botafoguense com um marido tricolor me humilhando todos os dias. SIMPLESMENTE NÃO ROLA. Outra.. eu sou uma das únicas (assim como o Sheik Emerson) que foi bicampeã 2009/2010 (sim, eu também fui flamenguista).

Agora, o que eu realmente não entendo.. é uma pessoa não se adaptar ao time do namorado. Obviamente que se você for torcedor do Santos nos dias de hoje, e o seu namorado do Palmeiras.. não vale tanto a pena mudar. Mas acho que por sorte meus namorados sempre torceram pro time certo, no tempo certo. Ou talvez, eu seja, como meu marido diz, um pezinho de coelho pros times. Porque gente, na boa.. eu conheci o Felipe há 2 anos e desde então já fui campeã brasileira, da taça Guanabara e do campeonato carioca (de nada, tricolores).

Nunca na minha vida conseguiria torcer pra ver meu marido chorando (tudo bem, sei que sou casada com um fanático e existem homens normais mas…) litros das lágrimas mais sinceras que ele jamais vai derramar. E é por isso que apesar de ficar arrancando os cabelos a cada jogo e estar virando praticamente uma enciclopédia futebolística (tudo ensinado pelo meu professor Pelife), eu digo: mulher não tem que ficar discutindo futebol!! A não ser que seja pra comentar algo do tipo:


“Ahhhh to morrendooo.. o Piqué é gato demais!!!”

ou


Aii Dequinhoo, como você é GRACINHA!!

ou até mesmo:


“Amigas, eu JURO que nunca conseguiria pegar essa biba louca!”

E PARABÉNS AOS TRICOLORES!!!!!! Eu amo ser tricolor e agradeço sempre ao Peli por ter me apresentado ao time e à torcida mais maravilhosos do mundo!!!

Anúncios