Não foi nada fácil aceitar nossos pais convivendo com todos os nossos amigos nessas redes sociais. Todo aquele constrangimento que a gente evitou durante anos pedindo para eles nos deixarem um pouco longe da porta da festinha ou se escondendo quando eles apareciam nos procurando em algum lugar, pôde vir à tona através do facebook e do instagram.

Eu tenho base pra falar. Minha mãe insiste em postar 50 fotos minhas a cada dia que eu saio de casa, porque, curiosamente, naquele dia “eu estou mais linda que nunca”. Podemos culpar nossos pais por quererem mostrar o que eles (acham que) fizeram de melhor em suas vidas? Acho que não. Vejo, nós, os filhos, divulgando coisas bem piores e desculpem o julgamento de valor mas, maldosas.

Nossos pais estão lá pela pureza. Eles querem mostrar ao mundo que seus filhos são lindos e é isso. E cada vez que uma mãe ou pai de amiga posta uma foto da família, nessa hora, eu consigo enxergar um lado diferente da pessoa. Um lado limpo, sem máscaras, sem falseamentos. É bom. Nós passamos tanto tempo apontando defeitos nos nossos amigos (você sabe que é verdade), que precisamos dos pais deles mostrando-os da forma mais bela e sincera de todas.

Eu sofro cada vez que minha mãe lança uma foto minha na internet, mas faço questão de seguir as mães de todas as minhas amigas e não tem como não gostar: fotos atuais e antigas da família, fotos das minhas amigas em casa prontas pra sair com cara de Tati da escolinha do professor Raimundo (“ai fala sério, mãe, você é ridícula!”), fotos dos presentes que ganharam dos filhos e por aí vai… Nada de competição, porque eles sabem que não tem filho mais bonito que outro, os nossos são sempre os mais maravilhosos.

Resumindo: prefiro conhecer minhas amigas pelo que as mães delas postam do que pelo que elas próprias postam. Afinal, como sua mãe te vê, é a sua melhor versão de todas.

Anúncios